Resenha: O Reino

4 comentário(s)

“A verdade é mais estranha do que a ficção”

O autor Clive Cussler tem uma maneira única de narrar suas história (embora várias delas tenham coautorias), e isso provavelmente se deve à vida de aventuras que ele levou por muitos anos, quando trabalhou na busca por navios naufragados de importância histórica.
Isso faz com que seus livros sejam ótimas aventuras, com detalhes que apenas quem viveu pode contar com precisão.
Em O Reino, mais uma vez, temos uma super aventura, com direito a buscas no interior de cavernas, parques de escavação, sítios arqueológicos, museus, dirigíveis, ilhas, além de uma investigação que passa por vários continentes.

“Não é minha área de especialidade – Remi disse –, mas tenho quase certeza que é goliath ammonite. É um tipo de fóssil, como um nautilus gigante. Isso não é um campo de mineração, Sam. É uma escavação arqueológica” (Pág. 124).

Já no prólogo, temos a mistura de duas cenas, que posteriormente irão se fundir à narrativa de forma brilhante, mostrando como cada passo da história foi extremamente bem pensado e construído.
O casal Sam e Remi Fargo é contratado pelo bilionário Charles King para buscar o amigo desaparecido deles, que King havia contratado para investigar o próprio pai. Mesmo a especialidade de Sam e Remi sendo buscar tesouros e não pessoas, eles aceitam o desafio, por se tratar de um amigo desaparecido e também porque há algo suspeito na história que King lhes revela.

“Como era normal para Sam e Remi, eles estavam indo longe e pulando numa série de armadilhas baseado num enorme se. Essa era a vida dos caçadores de tesouros profissionais, tinham aprendido em anos de buscas” (Pág. 210).

Assim, eles começam a investigar o desaparecimento, mas cada vez mais encontram detalhes que aparentemente Charles King não queria que encontrassem. Tudo se torna ainda mais suspeito quando o casal começa a perceber que talvez sim, aqueles detalhes eram exatamente o que King queria que encontrassem, pois apenas eles podem ser capazes de levá-lo a encontrar um objeto enigmático, perdido há muitos séculos, e rodeado por lendas e crenças.
A narrativa toda é de altíssima qualidade, e o final é de tirar o fôlego, com detalhes reais que fazem toda a diferença, e com fatos históricos que nos dão vontade de sair pesquisando por aí.
Com passagens divertidas e que não permitem que o leitor largue o livro, O Reino é leitura obrigatória para os fãs de aventura, sendo possivelmente, um dos melhores representantes do gênero.

Trecho: “A trilha se estreitou e começou a fazer uma série de ziguezagues. A folhagem se fechou, formando um toldo parcial sobre a cabeça deles. À direita lá embaixo, podiam ouvir o rio rumorejando baixinho. Eles chegaram a uma encruzilhada. À esquerda, a trilha ia para o leste, para longe do rio; à direita, para baixo em direção ao rio. Pararam só por alguns instantes para verificar bem o mapa e a bússola do iPhone de Sam, e então seguiram pela direita” (pág. 75).

Informações:
Título: O Reino
Subtítulo: Uma aventura dos Fargo
Autores: Clive Cussler e Grant Blackwood
Gênero: Aventura, Suspense
Editora: Novo Conceito
Páginas: 336

Borboletas azuis:




Agradecimentos à editora Novo Conceito, por ceder o livro para o blog. Saiba mais sobre ele clicando aqui.


4 comentários:

Millena Bezzerra disse...

Não gostei tanto assim desse livro. Ele é lento, cheio de cenas clichês.

Camila Bezerra disse...

Se já estava curiosa para ler esse livro depois da resenha então... Quero muito conferir essa série. Ótima resenha!
Grande Beijo!

Camila - Meu Livro Cor-de-Rosa
http://meulivrocorderosa.blogspot.com.br/

Fabiane Ribeiro disse...

Oi meninas!
Obrigada pela visita e pelos comentários!

Millena, eu sempre acho interessante como cada livro gera tantas opiniões diferentes. Andei vendo muitas pessoas que realmente não gostaram muito de "O Reino", mesmo assim, fui fiel ao que achei, passando minhas impressões sinceras na resenha. Eu realmente amei esse livro, mas compreendo que nenhuma obra é unânime.

Camila, que bom que a resenha despertou sua curiosidade. Também quero muito conferir a série toda. Assim que ler O Reino, volte compartilhar sua opinião conosco!!

Beijinhos!!!

Fernanda - Trilhas Culturais disse...

Eu ameiii esse livro. E estou gostando muito desse autor, ele prende a atenção da gente do início ao fim do livro.

Postar um comentário