Resenha: Um Mundo Brilhante

31 comentário(s)

Acredito que o poder que um livro tenha de nos fascinar se deva a muitos fatores, inclusive ao momento pelo qual estamos passando e quais sentimentos predominam em nosso interior. Um Mundo Brilhante pode passar despercebido por muitos leitores, mas, para mim, foi uma leitura que muito me acrescentou e me emocionou como há tempos um livro não fazia.
Identifiquei-me com a escrita sensível e fluida de Tammy Greenwood, desde os mínimos detalhes nas páginas iniciais, e me envolvi com cada um de seus personagens – extremamente bem caracterizados e construídos.
Ben é um professor de História e barman, que vive na pacata cidade de Flagstaff, a qual escolheu pelo seu típico inverno regado a muita neve. Em uma manhã de domingo, após uma grande e inesperada nevasca, ele encontra um rapaz quase morto na frente de sua casa e, assim, devido às artimanhas do destino, sua vida muda.
Ele visita o rapaz no hospital, que acaba vindo a óbito, e na triste ocasião conhece sua irmã, Shadi. Sensibilizado pela tragédia, Ben decide ajudá-la a descobrir quem assassinou seu irmão e, dessa forma, envolve-se com a moça mais do que deveria. Afinal de contas, Ben está noivo de Sara.
Com o triângulo amoroso definido e o crime apresentado, somos conduzidos a uma narrativa com trama simples e sem grandes surpresas, confesso. Mas que emociona pelo dia-a-dia de Ben e pela profundidade com que a autora retrata suas escolhas e seus sentimentos.
Enquanto romance, o livro não é de se suspirar. Enquanto narrativa de traição, não é das mais ardentes. E, enquanto suspense, é superficial (uma vez que a morte do irmão de Shadi perde um pouco o ritmo no decorrer das páginas e acaba não sendo tão bem explorado quanto poderia). Mas, nada disso é um empecilho para a beleza singular desta obra que, mesmo não sendo uma boa representante dos gêneros recém-citados, é uma das mais belas histórias representantes do ser humano: como traçamos (ou deixamos de traçar) nosso futuro, devido às nossas escolhas e ações do presente. Um livro sobre amor, felicidade, autodescobrimento, preconceito, vida. Um livro que mexeu com os sentimentos mais profundos que possuo e levou-me a refletir, ao mesmo tempo em que me conduziu pela jornada de Ben, hora fazendo-me admirá-lo, hora fazendo-me odiá-lo, mas sempre me levando a compreendê-lo e a aceitá-lo como um ser humano com erros e defeitos, construindo uma vida que não é e nunca será perfeita.
(Também quero chamar a atenção para a capa do livro. A foto não faz justiça a ela, porém, é uma das mais lindas da minha estante atualmente: ela é toda revestida por brilho. Maravilhosa!)

Trecho: “Segredos. Como pequenos sapos escondidos em seu bolso. Não se pode esquecer deles porque estão sempre se mexendo ali dentro, contorcendo-se, tentando escapar. Você sabe que, a qualquer momento, um deles pode conseguir subir e pular para fora do seu bolso, revelando-se para o mundo com um coaxado estridente. E quanto mais você se esforça para tentar contê-los, para tentar escondê-los, mais se esforçam para escapar. Ben havia ligado cinco vezes para Shadi desde que voltara para Phoenix”. (Pág.285)

Informações:
Título: Um Mundo Brilhante
Subtítulo: O que fazer quando o mundo em que você vive não é o lugar a que você pertence?
Autora: Tammy Greenwood
Gênero: Romance
Editora: Novo Conceito 
Páginas: 336




Borboletas azuis:




Agradecimentos à editora Novo Conceito, por ceder o livro para o blog. Saiba mais sobre ele clicando aqui.

31 comentários:

Felipe Santos disse...

Concordo totalmente com sua resenha, Fabi. Expressei a mesma opinião na que fiz, confira lá: http://migre.me/80kCR Mas não vim divulgar meu blog aqui, só dizer que sua resenha está ótima e que com certeza captou a minha reação ao ler esse livro.

Parabéns e sucesso!
Felipe
A Hora do Livro

Fabiane Ribeiro disse...

Oii Fe!!Td bem??
Que bom saber que vc concorda... vi que esse livro tem dividido opiniões, mas é sempre bom encontrar alguém que pensa como a gente. Estou indo ler sua resenha tbm!

Um beijão!!

Janaina Barreto disse...

Não tive oportunidade de ler "um mundo brilhante" e não sabia bem do que se tratava. Lendo sua resenha, parece ser um livro bem "difícil". Difícil porque as situaçãoes são bem delicadas, né? Eu gosto de livros que te puxam pra dentro da história e esse parece ser assim.

Espero poder lê-lo em breve :)

Millena Bezerra disse...

Oi, Fabiane!

Eu também amei este livro. Vi muita gente reclamando que faltou romance, que ela explorou pouco o preconceito racial nos EUA, que o suspense é fraco, mas eu o considerei um livro de drama.

O preconceito racial não era o foco, só um ponto de partida, um contexto. A traição foi apenas mais um conflito. E o romance... Bem, existiu romance? Lá no blog comentei que não acreditei bem no amor deste livro.

O livro fala sobre promessas, dívidas, opções e escolhas. Aliás, o livro fala sobre consequências.

Você se expressou bem!!

www.amorporclassico.com

Beatriz Nathaly disse...

Sempre vejo resenhas positivas sobre esse livro. A capa é maravilhosa, a história também parece ser, não vejo a hora de ter a oportunidade de lê-lo. A resenha tá ótima.

Beijinhos - Bia
http://escrevendomundos.blogspot.com

Fabiane Ribeiro disse...

Oi Millena!
Concordo plenamente com vc... o foco da narrativa é outro e, para mim, a autora soube explorar o que ela realmente queria: as escolhas, a vida, o ser humano.

Beatriz,
Espero que tenha a oportunidade em breve. O livro é maravilhoso!

Beijos**

Janna disse...

Oi Fabi, esse livro me emocionou mto tbm...gostei bastante...
BjOs!!

Jeff disse...

Esse livro esta na minha lista de compras. Ja vi varias resenhas positivas sobre esse livro e estou muito ansioso para ler!!

Fabiane Ribeiro disse...

Oii Jeff!
realmente, vale muito a pena. Quando tiver a oportunidade, não deixe de adquiri-lo. É bom demais.
Janna: que lindo! Vi que o livro recebeu várias críticas negativas por aí, dividiu opinião mesmo... bom saber que vc tbm gostou. Eu realmente adorei!
Beijão!

marinna bastos disse...

Pelo que entendi é um livro q estou procurando, emocionante, com linguagem fluída e com personagens cativantes e bem caracterizados. Fiquei curiosa, acho que vou gostar!

Adorei a resenha!

bjs

RUDYNALVA disse...

Oi Fabiane!
Sua resenha está ótima! Confesso que esse livro mexeu comigo também, fui capaz de reavaliar algumas decisões que tomei na vida e infelizmente me arreendi. Poderia ter mudado tudo se tivesse me posicionado de outra forma.

Passando para desejar um início de mes saudável e produtivo, carregado de boas vibrações e uma semana alegre e feliz!
Carinho não tem preço, doe-se.
Blogueiras Unidas 1275!
Luz e paz!
Cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

Angélica Cristine disse...

Desde que vi a capa, e a cada resenha, a vontade de ler Um Mundo Brilhante, só aumenta.
Talvez por não se tratar de personagens perfeitos, com vidinhas perfeitas, que causa um contraste com a vida real do ser humano.
Amei sua resenha, e agora com mais vontade ainda de ler o livro :D
Parabéns!

Beijos
Géh.

Raul Soares disse...

Opa!
Ainda não li esse livro, mas espero em breve ter essa oportunidade.
Boa resenha. Abraço!

Mayara Fernandes disse...

Ai faz tempo que quero ler este livro *.*, ele me parece diferente do que eu ando lendo e este titulo, um mundo brilhante me deixou muito curiosa, e quero tirar minhas próprias conclusões sobre ele :3

Michele Rodrigues disse...

Nao conhecia o livro ,gostei muito da resenha e de como vc foi sincera em dizer que nao é o melhor dos generos romance e suspense ,mas que tem uma liçao de vida a ensinar tb penso assim , todo livro tem sua liçao e nunca é perdido ler um livro .

Gi Gouvea disse...

De fato essa capa é linda mesmo! Super brilhante! Fantástica!
Li várias resenhas sobre esse livro e eu quero mui-toooo! hehehe

Beijoss

Patty Paes disse...

Fiquei curiosa por ler esse livro...a história me parece do tipo que prende o leitor. Quando tiver a oportunidade de ler esse exemplar, vou com certeza lembrar de sua resenha, mt bem colocada. Sei que vou prestar muito mais atenção nas lições de vida que ele traz!!
Quero muito ler esse livro!!!! =)

Unknown disse...

Muito boa a resenha! Quero muito ler esse livro =)
adorei seu blog ;)

Carla disse...

A sua resenha me deixou com vontade de ler o livro. :)

NARA DIAS disse...

Interessante o que escreveu, apesar de já ter contato o que irá acontecer no livro, não nos contou o final e me deu vontade de ler.... adicionando na estante do SKOOB como VOU LER. Amanhã começo a ler A CILADA, que foi resenhado por você.

Amanda disse...

Louca para lê-lo! ahhh meu Deus!!

Dryh Meira disse...

Oiii
Faz tempo que estou loouca para ler esse livro, ainda não tive a oportunidade, mas já pude ler muuitas resenhas dele, e pelo que me lembro, todas foram positivas.
essa capa me deixa muito curiosa..
bjs

Fernanda Karen disse...

Um livro muito interessante que estou curiosíssima pra ler há tempos.
Adorei a resenha e, como de costume, tu conseguiu aguçar ainda mias minha vontade de lê-lo.
Está na lista <3

Anônimo disse...

Olha você é uma ótima escritora! rs, me enteressei muito mais pelo livro! Conseguiu medir as palavras em um ponto certo, mantendo o climax do livro! Parabéns

Daniel Tavares disse...

Muito boa a sua resenha, nos pros e contra, é um livro que de deixou curioso de ler. Parabéns pelo blog. :)

Raquel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Raquel disse...

A resenha deixa água na boca!!!
Amei!

Thiana Santana disse...

Nossa Fabi, que linda resenha. Adoro livros que tocam o leitor e nos levam a uma reflexão.
Quero muito ler.

garotasdepapel.blogspot.com.br

Shayane disse...

Amei a resenha, muita boa agora mais do que nunca quero esse livro*-*

Tamires Cipriano disse...

muito lindo amei!

Maristela G Rezende disse...

Eu já li esse livro. Confesso que me irritei um pouquinho com o personagem que não sabe direito o que fazer, que posição tomar e faz a opção mais fácil e cômoda para si. Achei esse personagem exatamente assim. O livro é muito bom, a história flui, só o personagem central é que chateou.

Postar um comentário