Resenha - Beijada por um anjo

14 comentário(s)

Beijada por um anjo é o primeiro livro de uma série de sucesso que divide opiniões. Fofa e angelical por um lado, um pouco previsível por outro. Assim resume-se o volume inicial, que, de certo modo, faz com que você anseie pela continuação da história de Ivy e Tristan.
Você acredita em anjos?
Ivy sim.
A premissa poderia ter sido um pouco mais bem trabalhada, contudo. Os capítulos iniciais da trama são um romance pouco eletrizante: Tristan é nadador e arranca suspiros por onde passa, mas quem ele realmente deseja – Ivy – não sabe que ele existe, então, o jovem tenta de forma desajeitada atrair sua atenção.

“Por que ele, Tristan Carruthers, um cara cujo rosto estava pendurado no armário de centenas de garotas, precisava impressioná-la? Uma garota que não tinha o interesse em ter a foto dele, nem a de mais ninguém, colada em seu armário, pelo que ele podia perceber. Ela passava pelos mesmos corredores que ele, mas era como se vivesse em um mundo totalmente diferente” (Pág. 31).

Uma questão interessante no início da história é que Ivy sempre teve pavor de água. E, sendo Tristan um nadador apaixonado, a água os une quando o rapaz compromete-se a ensinar a garota a nadar.
Não que ela não tenha pedido ajuda aos anjos antes.

“Confie em seu anjo. Seu anjo não vai deixar você se afogar. Anjos das águas, rezou pela terceira vez...” (Pág. 85)

“– Sabe quando estava lá em cima, no trampolim, na segunda-feira... rezei para meu anjo da guarda.
– Mas eu apareci no lugar dele – salientou Tristan.
– O que foi muito bom – ela respondeu, rindo.
– Ivy... – ele tentou controlar o tremor em sua voz, a fim de que ela não percebesse o quanto esperava uma resposta positiva dela. – Posso te ensinar a nadar” (Pág. 103).

Se as cenas iniciais são de uma história um pouco batida, a partir delas, a trama passa a ficar interessante. Talvez, com uma abertura mais bem trabalhada dos personagens, que irão compor vários volumes dessa série, a autora conquistaria mais.
Entretanto, após a passagem em que se conhecem, e após cenas românticas e fofinhas do relacionamento que se desenrola entre os protagonistas, Tristan morre em um acidente terrível, no qual Ivy estava presente, mas escapou com vida.
A cena que se segue ao acidente é muito bem trabalhada. Tristan, já morto, observa seu corpo ferido, seu pai chorando por sua morte e os paramédicos dizendo que não era possível salvá-lo. Mas claro, ele não conseguia se comunicar nem tocar em ninguém. Sua dor pela morte precoce pode ser sentida pelo leitor na narrativa.

Em sua nova vida – ou morte – de anjo, Tristan ganha cenas sobrenaturais cada vez mais interessantes e sempre permeadas por saudades.

“Para anjos temporários – como eu e você, querido – é preciso toda energia que temos e muita experiência para se materializar completamente” (Pág. 207).

Ivy, por sua vez, que sempre fora uma garota diferente das demais, devido ao seu baixo apego às coisas materiais e à sua crença profunda em anjos, passa a desacreditar na existência deles, já que não a ajudaram, e Tristan havia partido.
Péssima hora para deixar de acreditar em anjos, quando seu amado se torna um deles e precisa se comunicar com você.
Talvez a morte de Tristan guarde mais mistérios do que havíamos imaginado a princípio.
O final é satisfatório e guarda informações importantes para os próximos volumes da série, fazendo com que os defeitos – sobretudo presentes na primeira metade da narrativa – sejam quase esquecidos a esse ponto, e com que nos sintamos tão envolvidos com essa história angelical a ponto de querermos logo descobrir que mistérios ela guarda para o casal que teve seu lindo romance tragicamente interrompido.

Título: Beijada por um anjo (livro 1 da série)
Autora: Elizabeth Chandler
Gênero: Romance, Suspense
Editora: Novo Conceito
Páginas: 264 


Borboletas azuis:





Agradecimentos à editora Novo Conceito, por ceder o livro para o blog. Saiba mais sobre ele clicando aqui.


14 comentários:

Fabrica dos Convites disse...

Oi Fabiane, acabei esquecendo de trazer esta série para começar a ler, agora vai ficar para semana que vem.
Bjs, Rose.

Ludy disse...

Eu ler a série tooooodaaa... pra ontem!!!
hehe
Amei sua resenha, Fabi!

Fabiane Ribeiro disse...

Oi meninas!
Que bom!
Espero que realmente leiam a série toda... o volume 6 ainda vai ser lançado, hehe, dá tempo de ler os primeiros volumes.

Um beijo!

Carolina Ribeiro disse...

Adorei sua resenha!! Confesso que nunca tive interesse pelo livro, principalmente após ler várias resenhas, tanto positivas quanto negativas. Mas sua resenha me deixou curiosa pela série :)

http://autoracarolinaribeiro.blogspot.com.br/

NARA DIAS disse...

Já li os três primeiro livros da série e como muitos disseram, a história é legal, mas enrolaram demais para lançarem mais livros e o final do terceiro não me agradou.

Como já li os três primeiros então aguardo a oportunidade de ler os outros, mas não é um livro que eu compraria...

Fabiane Ribeiro disse...

Oi Nara!
Quando ler os próximos, volte no blog e nos diga o que achou.
Como comecei a série agora, não enfrentei esse problema da demora para lançar os títulos.
Pelo menos desse primeiro, eu gostei bastante!
Beijos

Cármen Machado disse...

Olá, amigo(a)s.
Estou travada no terceiro volume, esperando o quarto para poder ir adiante. Gostei muito do 1 e do 2. Concordo com a Fabiane quanto a previsibilidade mas, mesmo assim é uma leitura agradável. Se alguém ai tiver o vol 3 para trocar no skoob, agradeço. Estou com o 4 e o 5 só esperando.
Meu perfil no skoob: http://www.skoob.com.br/usuario/357684

bjokk a todos,
Cármen Machado.

Menina D. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Agatiti disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Agatiti disse...

Sua resenha foi ótima. Eu senti que deu um impacto e curiosidade num livro em que eu não me interesso a ler. Gostei da sua sinceridade ao dizer que o começo dele poderia ter sido mais trabalhado (embora dito em outras palavras) e do modo como o elogiou diante do romance e da tragédia de Tristan.

Estou pensando se pego esse livro pra ler, mas eu tenho um pé atrás com ele, pois vi tantas críticas negativas do livro e, ainda por cima, não me simpatizei pela capa dele. Enfim, não se julga um livro pela capa e sinto que ultimamente é o que mais estou fazendo... XDD

Ótima resenha, até mais (:

Dominique. disse...

Adorei a resenha. Muitas pessoas me aconselharam a ler essa série, apesar de não gostar muito desse tipo de livro, me interessei bastante. Ainda não tive a oportunidade de ler, mas depois de ler mais essa resenha, estou realmente curiosa para descobrir tudo sobre esse Tristan.
Percebi que parou de fazer resenhas, ou diminuiu.. Volte, gostei muito!
beijoss

Tami Pereira disse...

Eu preciso ler esta série depois de ler essa resenha :3

Tamara Escobar disse...

Amei a resenha... espero poder ler esse livro logo.

Letícia Botafogo disse...

Adorei a resenha.. Tenho uma curiosidade em ler o livro diante das tuas palavras. Gosto de sinceridade haha tenho uma amiga que tem esse livro, ainda estou pensando se peço emprestado ou não.. já li muitas críticas ruins sobre ele :/

Postar um comentário